Todos os direitos humanos são importantes, todos têm a sua razão, todos têm um sentido, para eles existirem é porque alguém já sofreu e assim houve a necessidade de serem implementados.

Todos merecem o direito à educação, pois, hoje, sem educação nada se conquista e, aos olhos da sociedade qualificada, és um inculto, sem conhecimentos, um “nada”.

Ninguém merece ser escravo de nada, nem de ninguém. Todos merecemos uma vida, merecemos alcançar todos os nossos sonhos, todos os nossos objetivos e estar submisso a alguém é prender os nossos sonhos.

Todos merecem o direito ao voto; todos merecem ser ouvidos… O povo lutou por esse poder e merece tê-lo, já que não o teve durante alguns anos, inclusive as mulheres.

Todos merecem ser livres, pois foi assim que viemos ao mundo; fomos livres de dar o primeiro choro, fomos livres de fazer todos os disparates, somos livres de todas as nossas decisões.

A liberdade depende de cada um de nós, depende da decisão e escolha de vida de cada um. Um mundo não está em paz, não tem liberdade enquanto não parar com as guerras, enquanto não parar a fome, enquanto não parar a criminalidade na rua, enquanto houver reclusos nas prisões, deidiram quanto à sua liberdade e hoje eles próprios se prenderam.

Gostava que um dia todos os direitos humanos fossem respeitados, para um dia podermos dizer: “Hoje ninguém passa fome, hoje acabou a guerra entre religiões e nações, hoje todos somos livres, hoje finalmente há paz!”

Texto de Ana Pinto, 12º PT, realizado na disciplina de A.I., no âmbito do tema “Construção da democracia” e de uma análise da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Imagem de Inês Ruivo, 9º B, realizada no âmbito do atelier de expressão plásticadinamizado pela professora Ana Paula Lopes

About The Author

LOOKaes

Leave a Reply

Your email address will not be published.