5 de outubro de 1910

Desde o século XII que o regime político existente em Portugal foi a Monarquia. Em 1910, ocorreu a queda deste regime e constituiu-se a República. A queda da Monarquia deveu-se a vários acontecimentos históricos como a crise económica e social, o Ultimato Inglês, a insatisfação popular com este regime e a oposição do Partido Republicano.

Em 1876, foi fundado o Partido Republicano Português depois da vitória dos Republicanos em França.

Na conferência de Berlim, 1884-85, ficou definido que a terras em África eram de quem as ocupasse e não de quem as tinha descoberto. Portugal, temendo perder os territórios entre Angola e Moçambique e os seus recursos, apresentou em 1886 o Mapa Cor-de-Rosa. Em resposta, o governo inglês exigiu a retirada das tropas portuguesas desses territórios ou começava uma guerra contra Portugal, no conhecido Ultimato Inglês de 1890. D. Carlos I, que tinha sucedido ao Rei D. Luís em 1889, aceitou as exigências e retirou as tropas portuguesas.

Estes acontecimentos provocam uma grande insatisfação e sentimento de humilhação do povo português e uma crise económica, sendo atribuídas as culpas à Monarquia e levando a manifestações e revolta por ação do Partido Republicano que reivindicava um novo regime político. A primeira revolta armada de militares e populares contra a Monarquia aconteceu no Porto, dia 31 de janeiro de 1891, mas foi derrotada.

Continuou nos seguintes anos o movimento de revolta contra a monarquia e contra a perda de direitos dos cidadãos, levando ao assassinato de D. Carlos e seu filho D. Luís Filipe, em Lisboa. O rei foi sucedido por D. Manuel II, seu filho, que tentou acalmar a população e retomar as relações com Inglaterra. O último rei da monarquia governou durante cerca de 2 anos.

Como a República era sinónimo de Democracia, o Partido Republicano com ajuda dos militares e populares continuou a planear uma revolução para implementar a República em Portugal. A 4 de outubro de 1910, em Lisboa, as tropas apoiadas pelo povo, dão início a nova revolta desta vez vitoriosa. O dirigente do Partido Republicano, José Relvas, no dia 5 de outubro proclamou a República Portuguesa. O Rei D. Manuel II e a família real exilaram-se em Inglaterra.

Bibliografia:

Manual HGP, 6.º ano.

Dicionário de História de Portugal Ilustrado. Círculo de Leitores, 1982.

Novembro 2022, trabalho elaborado pela aluna Alice Sousa, do 6.º F

close

Não perca as últimas...

About The Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.