Na sequência do concurso promovido pelo Plano Nacional de Leitura – “Faça lá um poema”, integrado nas comemorações do Dia Mundial de Poesia, as turmas A e C do 5ºano, da Escola Básica do Castelo, participaram com poemas originais.

Apenas poderia ser escolhido um poema para representar o 5º ano da nossa escola. O eleito foi o aluno David Brazinha, nº6, do 5ºC, com o poema “O Mar”.

A final do concurso decorrerá no Centro Cultural de Belém, no dia 22 de Março.

Ao David e restantes participantes, parabéns!

 

O MAR

 O mar é belo, tão lindo e ondulado, com suas águas azuis

O mar é belo e misterioso

Os pescadores, os marinheiros e os mergulhadores

Todos dizem: – O mar é perigoso, é preciso cautela!

Pois os seus mistérios são muitos a desvendar

Sereias, barcos naufragados, tesouros sem fim

Há muito por descobrir.

No mar…tantos peixes, algas e afins, no mar existem sem fim.

Há tanto para ver, tanto para aprender, o quanto eu queria saber.

Conchas, búzios, pérolas, estrelas do mar, cavalos marinhos

E muito, muito mais para ver.

 Tanto…que não dá para dizer…

 No verão dá prazer, mergulhar, nadar e brincar.

No inverno faz-nos pensar.

O quanto dá para apreciar, tão bela criação

Que nos traz uma inspiração

Um momento de paz que tanto nos apraz.

Que mar tão belo e perigoso

Que nos inspira temor

Que belo lembrete, para que não cause dor!

           

Participantes

5ºA: André Pombo nº2, António Rodrigues nº3, Daniel Felizardo nº8, Gonçalo Ribeiro nº11, João Batista nº14, João Caseiro nº17, Mariana Mendes, nº21, Renata Mendes nº22, Viviane Marcondes nº25

5ºC: David Brazinha nº6, Nuno Pinto nº13

A professora,
Maria João Monteiro

About The Author

LOOKaes

Leave a Reply

Your email address will not be published.