Nos dias 3 e 5 de maio realizou-se uma exposição interativa e interdisciplinar na Biblioteca da Escola Básica do CasteloAs Ciências e as Artes deram as mãos e organizaram uma atividade dirigida para o oitavo ano de escolaridade, onde foram abordados temas tais como a perceção dos seres humanos relativamente às cores e a importância da luz e da cor no mundo animal, vegetal e mineral.

Na entrada da biblioteca os jovens foram recebidos pelos trabalhos dos alunos das turmas E, F e G, do oitavo ano, realizados no âmbito da disciplina de Educação Visual, com a professora Isabel Gouveia, sobre “O livro negro das cores” das autoras Rosana Faria e Menena Cottin, que se traduz num convite à reflexão do mundo que nos rodeia sob o ponto de vista de quem é invisual.

Na sala mais longínqua da biblioteca um foco de luz branca, um prisma de vidro e três candeeiros (sendo que um emitia luz vermelha, um azul e outro verde) foram o ponto de partida para as professoras Lina Benedito e Teresa Oliveira, explicarem o fenómeno de dispersão da luz que conduz à formação de um arco-íris, justificar a cor de um objeto opaco, explicar a existência do espectro eletromagnético, as cores primárias, as sombras coloridas e o sistema subtrativo das cores. Nessa sala também se encontravam expostos trabalhos dos alunos das turmas A, B, C, D e E do oitavo ano, efetuados no âmbito da disciplina de Educação Visual, sob a orientação da professora Teresa Oliveira. Estes trabalhos multicolores foram elaborados só com base nas cores azul, vermelho e amarelo.

No âmbito da disciplina de Físico-Química, os alunos ainda trabalharam com a simulação PhET sobre a perceção da cor e misturaram cores primárias para obter as secundárias, usaram filtros e radiação de variados comprimentos de onda.

Relativamente às Ciências Naturais, a professora Dora Santos abordou as temáticas fator abiótico Luz: adaptações dos seres vivos, fotossíntese e fatores bióticos: predação-camuflagem/mimetismo através do uso de microscópios, por exemplo, com preparações de pétalas de rosa e tomate. A temática da cor, brilho e risca dos minerais, que permite a sua identificação e classificação foi abordada através de observações à lupa e exibição de uma série de minerais coloridos. Também foram usados cartazes elaborados pelos alunos da turma G, do 7º ano de escolaridade, sobre os tópicos abordados e os conteúdos foram explicados por 6 alunos desta turma: Ana Figueiredo, Beatriz Santos, David Carramão, Lara Gomes, Pedro Gavinhas e Salomé Barbosa, o que em muito contribuiu para tornar esta exposição mais dinâmica e interativa.

As professoras Dora Santos, Lina Benedito e Teresa Oliveira, que organizaram a exposição, solicitaram a avaliação da atividade aos alunos visitantes através da colocação de comentários e/ou fotos num padlet. As mensagens positivas deixadas pelos alunos incentivam as professoras à continuação da realização deste tipo de atividades e, quiçá, para o próximo ano letivo mais disciplinas descubram de que modo a cor pode iluminar as atividades interdisciplinares.

Maio 2021, enviado pela Prof.ª Lina Benedito

About The Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.