Alunos da Escola Secundária de Sampaio (ESS), acompanhados por um grupo de atores do Teatro Umano, realizaram um flash mob, em Sesimbra, como alerta para o problema do plástico nos oceanos.

O protesto realizou-se no dia 22 de junho, das 12:00 às 12:45, no pontão da Praia do Ouro, e teve início com uma coreografia, com acompanhamento musical. Seguiu-se um desfile forçadamente silencioso, em que os participantes tinham a boca tapada com fita adesiva. Os mesmos foram pelo areal até ao palco da Fortaleza de Santiago, com cartazes alusivos ao problema ambiental. Aí, alunos e atores da companhia de teatro interpretaram uma outra coreografia e cantaram, juntamente com os músicos, em direção ao interior da Fortaleza, para uma exibição final dos cartazes.

A atividade foi inspirada no lema “No Planet B” e centrou-se, essencialmente, na redução do consumo, designadamente de plástico, a lembrar que chegam ao oceano treze milhões de toneladas de plástico por ano. Garrafas, embalagens, palhinhas, correias de plástico e materiais de pesca constituem a maior parte do lixo.

Para além da exibição efetiva, o projeto no seu todo envolveu três ensaios na Escola Secundária de Sampaio, que tiveram lugar nos dias 11, 14 e 21 de junho, e um ensaio geral, que se realizou já na Fortaleza, momentos antes do alerta público.

Para além da ESS (no âmbito do Eco-Escolas) e da companhia Teatro Humano, esteve também ligada a este evento a Organização Não-Governamental Sapana, como entidade promotora.

Carolina Bargado 10º C

About The Author

LOOKaes

Leave a Reply

Your email address will not be published.