Se a Pudesse Descrever…

Não sei se o conseguiria,

mal começasse a escrever

não sei o que diria.

 

Mas já que tem de ser

e que é para avaliação,

vou começar a descrever

o  que me diz o coração.

 

O meu amor é superior,

quando se fala de beleza.

Digo-o sem qualquer pavor,

pois tenho toda a certeza.

 

Os cabelos lisos e sombrios,

a pele branca e rosada.

Eu gosto das maçãs do rosto,

quando a deixo envergonhada.

 

Pequena, mas não tanto.

Acho que está bem assim.

Não queria ninguém grande,

pois não era bom para mim.

 

Quando a vejo, fico feliz,

tudo o resto faz sentido.

Sabe sempre o que diz

Com ela não estou perdido.

 

Termino pois assim,

porque está quase a tocar.

Mas para ter boa nota,

acho que deve chegar.

Tiago Carvalho 10º E

 

Um num Milhão

De ti nada posso dizer,

és vento e ilusão.

Tenho tanto para viver

em sonhos vindos do coração.

 

Um dia, vou-te cantar

Num poema de paixão;

Hoje só te posso imaginar,

apenas um num milhão.

 

Ana Cândido, 10º E

 

 

O Amor é Mais que um Sentimento

É mais que uma emoção.

Não sei o que dizer,

Então vou falar do coração.

 

É um sentimento

que não dá para exprimir.

Um dia te faz chorar,

outro dia te faz sorrir.

 

Não te consigo descrever,

para mim és a perfeição.

E apesar de um pouco grande,

Tenho-te sempre no coração.

 

E chega dia catorze,

e não sei o que fazer.

Tu com uma prenda na mão

E eu sem nada para te oferecer.

 

Chateada e sem prenda na mão

Sinto-me uma má namorada.

E lá vou eu a correr

a  dizer que te pago uma jantarada.

Maria Cardoso 10º D

 

Este conjunto de poemas aqui publicado foi realizado no âmbito do Concurso de Poesia e Texto Poético, uma iniciativa da Daniela Lourenço e da Márcia Cole, alunas do 12º ano do Curso Profissional de Técnico de Comunicação – Marketing, Relações Públicas e Publicidade, da Escola Secundária de Sampaio. O concurso enquadrou-se numa campanha para promoção do jornal do agrupamento (proposto nas aulas de CGAV e CPC – Módulo 9 – Campanha Publicitária).  Foi  também neste contexto que a professora Sílvia Silva sugeriu aos alunos de Artes do 10º I que produzissem os desenhos sobre o Amor agora editados.

About The Author

LOOKaes

Leave a Reply

Your email address will not be published.