As atividades de comemoração do Dia Mundial da Alimentação estiveram mais uma vez a cargo do Projeto de Educação para a Saúde (PES) do Agrupamento, tendo-se destacado ações de sensibilização como a representação-debate ‘O Corpo é que Paga’, bem como as palestras ‘Que o teu Alimento seja o teu Remédio’’ e ‘A Importância do Pão na Nossa Alimentação’.

 ‘O Corpo é que Paga’, pela companhia de Teatro USINA

A 13 de Outubro, na Escola Básica do Castelo, no âmbito das atividades de comemoração do Dia Mundial da Alimentação, realizou-se uma peça de teatro-debate, na qual participaram de forma entusiástica os alunos das turmas do 7º ano de escolaridade.

O espetáculo é constituído por um prólogo e três cenas sobre a temática da nutrição e do desporto. Nesta peça, aspetos como “dietas restritivas”, hábitos alimentares pouco saudáveis e muito calóricos e outros comportamentos disfuncionais em relação à alimentação e à prática da atividade física, foram debatidos. Numa segunda parte, os alunos reflectiram, “encarnaram” o papel dos atores e tomaram as suas próprias decisões, sempre apoiados por um moderador que os “fez pensar” de forma consciente e responsável.

A atividade foi do agrado de todos os que nela participaram e serviu para alertar e sensibilizar para os problemas de Saúde associados a comportamentos pouco corretos, relacionados com as suas escolhas alimentares e com os seus hábitos de vida.

‘Que o teu Alimento seja o teu Remédio’, pela naturologista e homeopata, Dra. Vera Gamas

No dia 14 de outubro, por sua vez, ainda na fase dos preparativos para o Dia Mundial da Alimentação, teve lugar uma palestra na Escola Secundária de Sampaio, intitulada ‘Que o teu alimento seja o teu remédio’, ministrada pela naturologista e homeopata, Dra. Vera Gamas, dirigida aos alunos das turmas 12º A e 12º B. Esta palestra teve como mote a célebre frase de Hipócrates ‘Que o teu alimento seja o teu remédio e o que o teu remédio seja o teu alimento.’ Assim, os alunos foram sensibilizados para o consumo de alimentos regionais e sazonais, com especial enfoque para o consumo de frutos, legumes, e cereais, dada a sua riqueza em anti-oxidantes e fibras. Este tipo de alimentação deveria ser valorizada, em detrimento da que se baseia em alimentos produzidos em larga escala, muitos deles sujeitos a manipulação genética.

‘A Importância do Pão na Nossa Alimentação’, pela Dra. Tânia Correia

Esta palestra realizou-se no dia 14 de outubro, na BE da EB do Castelo, tendo tido como público-alvo os alunos do 5º ano de escolaridade. A Dra. Tânia Correia, nutricionista na Câmara Municipal de Sesimbra, reconstruiu a história dos cereais e do pão ao longo dos tempos, desmistificando a ideia de que o pão está diretamente relacionado com a obesidade. Uma vez resgatada a importância do pão, foi valorizado o consumo regional deste alimento, em particular do pão do dia, em vez daquele que é produzido em larga escala, rico em aditivos alimentares, em especial conservantes.

Seguiu-se uma prova cega de diferentes variedades de pão, como o da Azóia, o integral e o branco, de forma a identificá-los pelo seu paladar.

Para finalizar, ainda houve oportunidade de degustar o pão da Azóia, enriquecido com uma bela marmelada da nossa região.

A coordenadora do Projeto de Educação para a Saúde,

Marília Sequeira

About The Author

LOOKaes

Leave a Reply

Your email address will not be published.