A Carolina Machado Pinhal do 7º B voltou a participar no concurso “Um Conto que Contas” e, desta vez, conquistou o 3º lugar. Nesta sua narrativa, “Montibus”, produzida em resposta a mais uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Matemática, a Carolina fala-nos da importância do lugar em que crescemos e a que pertencemos.

Aqui fica o testemunho da Carolina sobre a sua aventura na Escrita com a Matemática:

«Chamo-me Carolina e tenho 12 anos. Desde pequena que sempre gostei muito de livros. Quando ainda não sabia ler, eram os seus desenhos que me fascinavam. Descobri o gosto por desenhar e pintar e lembro-me de inventar pequenas histórias na minha cabeça, com muitos rabiscos a acompanhá-las.

Quando aprendi a ler, descobri um novo mundo. Aventuras, enigmas, fantasia e poesia encantavam os meus olhos e ainda mais a minha imaginação e assim comecei a registar as minhas histórias. As minhas personagens são um pouco de mim e dos meus amigos, dos lugares, uns desconhecidos, outros não. Muitas vezes, recorro aos meus sonhos e vou escrevendo…

Comecei a participar no concurso “Um conto que contas” quando a minha professora de Matemática, Isabel Gil, me falou nesta iniciativa, no 5º ano. Concorri com um conto intitulado “Os Números Amigos”, não obtive nenhum lugar mas fiquei muito contente em ter participado. No 6º ano, concorri com o conto “Enigmas Brasileiros” e fiquei no 2º lugar da minha categoria.  Neste 7º ano, concorri com o conto “Montibus”, ficando em 3º lugar da minha categoria.

Espero que gostem do meu último conto, a aventura de uma menina que descobre como são importantes as estrelas que estão no céu e como é importante o lugar onde crescemos.»

 

About The Author

LOOKaes

One Response

Leave a Reply

Your email address will not be published.