Entontecido…

Como asa que se abre para o azul.

Abarco a vida toda,

E parto,

Para os longes mais longes

Das distâncias mais longas

Sei lá de que destinos ignorados!

Como pirata à hora da abordagem,

Grito…

Estremeço…

Liberto!

Grito…

Estremeço…

Perdido o sentido das pátrias

E a cor das raças,

Livre,

Para todos os caminhos dos homens!

Inebriado de posse

Vou contigo, Vida,

Como se fosses minha namorada,

E eu te levasse inteira, nos meus braços!

João Grilo, 9º A

About The Author

LOOKaes

Leave a Reply

Your email address will not be published.